Amanhã na secção de Livros da revista ‘E’

– Conversa com Pedro Piedade Marques, coordenador de Editor Contra – Fernando Ribeiro de Mello e a Afrodite (Montag), por José Mário Silva
Viver Portugal com o Mediterrâneo à mesa (CTT) e Manual para se tornar um verdadeiro gourmet (Manuscrito), de Fortunato da Câmara, por Alexandra Carita
Navegações, de Sophia de Mello Breyner Andresen (Assírio & Alvim), por Pedro Mexia
Talco de Vidro, de Marcello Quintanilha (Polvo), por José Mário Silva

Amanhã na secção de Livros da revista ‘E’

O Paraíso segundo Lars D., de João Tordo (Companhia das Letras), por José Mário Silva
Crónica da Manhã, de Agustina Bessa-Luís (Guimarães), por Pedro Mexia
Neverness, de Ana Teresa Pereira (Relógio d’Água), por José Mário Silva
Oblomov, de Ivan Gontcharov (Tinta da China), por Luís M. Faria
Compota de Damasco e outros contos, de Aleksandr Soljenitsin (Sextante), por José Guardado Moreira
Volta – O Segredo do Vale das Sombras, de André Oliveira e André Caetano (Polvo), por Sara Figueiredo Costa
As Aventuras de Fernando Pessoa, de Miguel Moreira e Catarina Verdier (Parceria A. M. Pereira), por Celso Martins

Amanhã na secção de Livros da revista ‘E’

– Balanço de 2016, com a escolha dos melhores livros do ano por Ana Cristina Leonardo, José Guardado Moreira, José Mário Silva, Luís M. Faria, Luísa Mellid-Franco, Manuel de Freitas, Pedro Mexia e Sara Figueiredo Costa

Amanhã na secção de Livros da revista ‘E’

– Entrevista com Alberto Manguel, por Luciana Leiderfarb
Aquário, de David Vann (Relógio d’Água), por José Mário Silva
O Coro dos Defuntos, de António Tavares (LeYa), por José Mário Silva
Eça – Dicionário de Eça de Queiroz, org. de A. Campos Matos (IN-CM), por Luís M. Faria
Morada, de Rui Pires Cabral (Assírio & Alvim), por Pedro Mexia
Luz de Ferro, de Ben Pastor (Clube do Autor), por José Guardado Moreira

Amanhã na secção de Livros da revista ‘E’

– Conversa com António Tavares, autor de Coro dos Defuntos (LeYa), por José Mário Silva
Quartos Alugados, de Alexandre Andrade (Exclamação), por José Mário Silva
Convite para uma Decapitação, de Vladimir Nabokov (Relógio d’Água), por Pedro Mexia
Minha Mulher, a Solidão, de Fernando Pessoa (Guerra & Paz), por Luísa Mellid-Franco
O Fim dos Segredos, de Catarina Guerreiro (Esfera dos Livros), por Ricardo Marques

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges