E o vencedor do Man Booker Prize 2010 é…

Howard Jacobson, por The Finkler Question.

A minha escolha

Este ano, foi impossível fazer um diário a sério da maratona de leitura das obras escolhidas para a shortlist do Man Booker Prize. Queria deixar aqui notas sobre os vários livros, transcrever excertos, estabelecer comparações entre os finalistas, mas não deu. Vários picos de trabalho (entre os quais o final de uma tradução exigente) puseram-me diante de um dilema fácil de resolver: se quisesse ir escrevendo sobre os livros do Booker, não teria tempo para ler os seis; e para conseguir ler os seis, não poderia escrever sobre eles.
Se as coisas abrandarem nos próximos dias, espero fazer a posteriori alguns dos posts que não pude fazer em devido tempo. Entretanto, já em contagem decrescente para o anúncio do vencedor (lá para as 22h00), deixo aqui a minha lista de preferências:

1) C, de Tom McCarthy
2) Room, de Emma Donoghue
3) Parrot e Olivier na América, de Peter Carey
4) The Finkler Question, de Howard Jacobson
5) The Long Song, de Andrea Levy
6) In a Strange Room, de Damon Galgut

Chegaram

pacote

Abri a caixa e lá estavam os finalistas do Man Booker Prize:

five

Depois juntei-lhes o romance de Peter Carey (já traduzido para português) e fiquei com a minha pilha de leitura (com outras pelo meio, claro) a consumir até 12 de Outubro:

six

Para já, acho que vou começar pelos quartos. Mais propriamente pelo In a Strange Room, do sul-africano Damon Galgut.

A caminho

Your order #026-8494490-4982716 (received September 07, 2010)

Amazon.co.uk items (Sold by Amazon EU S.a.r.L.):

1 C £9.72

1 Room £7.94

1 The Long Song £10.13

1 The Finkler Question £12.05

1 In a Strange Room £11.65

Dispatched via MRW (estimated arrival date: September 14, 2010).

Ou seja, lá para terça ou quarta-feira, desaparecerei de mansinho atrás de uma muralha de papel.

Tom McCarthy à frente nas apostas sobre o vencedor do Booker

Para os apostadores da William Hill, o romance C parte na condição de favorito. Eis a lista completa:

1) C, de Tom McCarthy (2/1)
2) Room, de Emma Donoghue (3/1)
3) In a Strange Room, de Damon Galgut (3/1)
4) Parrot and Olivier in America, de Peter Carey (5/1)
5) The Long Song, de Andrea Levy (7/1)
6) The Finkler Question, de Howard Jacobson (8/1)

Mas, como já se viu noutros anos e até nas apostas para esta shortlist, este indicador vale o que vale. Ou seja, muito pouco ou nada.

Shortlist do Man Booker Prize 2010

Já são conhecidos os seis romances finalistas da edição deste ano do Man Booker Prize:

Parrot and Olivier in America, de Peter Carey (Faber and Faber; edição portuguesa da Gradiva)
Room, de Emma Donoghue (Picador)
In a Strange Room, de Damon Galgut (Atlantic Books)
The Finkler Question, de Howard Jacobson (Bloomsbury)
The Long Song, de Andrea Levy (Headline Review)
C, de Tom McCarthy (Jonathan Cape)


O presidente do júri, Sir Andrew Motion (que foi Poeta Laureado do Reino Unido durante uma década, 1999-2009, sucedendo a Ted Hughes), resumiu desta forma a escolha da shortlist:

«It’s been a great privilege and an exciting challenge for us to reduce our longlist of thirteen to this shortlist of six outstandingly good novels. In doing so, we feel sure we’ve chosen books which demonstrate a rich variety of styles and themes – while in every case providing deep individual pleasures.»

O vencedor será anunciado durante um jantar no London’s Guildhall, a 12 de Outubro. Até lá, sucedendo ao Diário do Booker 2008 e ao Diário do Booker 2009, os leitores do BdB poderão acompanhar o Diário do Booker 2010. Um dos livros já está lido (Parrot e Olivier na América, de Peter Carey), os outros cinco acabam de ser encomendados na Amazon. Logo que cheguem, recomeça a maratona.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges