Cortázar no Forum Fantástico

ff

Começou ontem e acaba amanhã a oitava edição do Forum Fantástico. A programação completa pode ser consultada aqui. Eu participarei mais logo, pelas 17h45, num debate sobre Julio Cortázar, com o seu mais recente editor em Portugal (Diogo Madre Deus, Cavalo de Ferro), na Biblioteca Orlando Ribeiro, em Telheiras. Apareçam.

Mais logo

rcm_convite
Clique para aumentar

Poemas em torno do Café Gelo

cafe_gelo
Clique para aumentar

«POETAS DO POVO / POESIA DO GRUPO DO CAFÉ GELO / 8 Set, 22h00
Com Fernando Pinto do Amaral, José Mário Silva, Clara Andermatt e Nuno Miguel Guedes, acompanhados pela música de Vítor Rua.
O grupo do Café Gelo era constituído por diversas personalidades artísticas como Manuel de Lima, Luiz Pacheco, Mário Cesariny, Mário-Henrique Leiria Raul Leal, António José Forte, Ernesto Sampaio, Herberto Helder, José Escada, René Bertholo, Gonçalo Duarte, João Rodrigues Vieira, Helder Macedo, Manuel de Castro, António Barahona da Fonseca, entre outros que, no final dos anos 50, se reuniam neste mítico café da baixa Lisboeta.
Nesta sessão recordaremos a tertúlia que se pode considerar a segunda geração do movimento surrealista português.
Nas palavras de António José Forte, “um verdadeiro escândalo, que não era provocado por um manifesto, por um grupo com nome próprio, por uma revista, mas por um grupo iconoclasta e libertário onde se falava de tudo, até de literatura e artes, e de rosas também. Um grupo de franco-atiradores, é verdade; um grupo de poetas, sem dúvida. Que disparava ao acaso sobre a multidão, que inventava os seus infernos e paraísos, que usava a liberdade de expressão ora voando, morrendo, desaparecendo, escrevendo às vezes”.»

Debate no Porto

Sábado à tarde, no Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett, moderarei um debate incluído na programação da Feira do Livro do Porto. A conversa, com José Maria Vieira Mendes e João Tordo, abordará os nomes e os rumos da nova literatura portuguesa.

feira_porto
Clique para aumentar

Baile de máscaras literário

baile
Clique para aumentar

Sábado à noite, no Porto. Para dançar com meninas (e meninos) que lêem.

Logo à tarde

maratona_zonafranca
Clique para aumentar

Maratona poética com alguns excelentes e desalinhados poetas, a partir das 17h00, na Zona Franca (R. de Moçambique, 42, Lisboa).

Celebrar o Dia Triunfal

A 8 de Março, assinala-se o centenário do chamado «Dia Triunfal», esse momento em que Fernando Pessoa se acercou de uma cómoda alta e começou a escrever, de pé, sem interrupção, os trinta e tal poemas de O Guardador de Rebanhos, que logo atribuiu a Alberto Caeiro, celebrando com «o aparecimento de alguém em mim» o início desse feito maior da literatura do século XX que é a heteronomia pessoana.
Para comemorar a data, acontecerá em Lisboa um colóquio internacional intitulado “O dia triunfal de Fernando Pessoa”, com mais de 50 especialistas, de 6 a 8 de Março, na Fundação Gulbenkian. Objectivo: «fazer uma revisão do Estado da Arte nos diversos campos dos Estudos Pessoanos». Haverá ainda um concurso de curtas-metragens sobre a vida e obra de Fernando Pessoa, com o vencedor a ser apresentado na sessão de encerramento.
Programa e formulário de inscrição, aqui.

Festival Literário de Castelo Branco começa no próximo dia 5

castelo branco

Mais informação aqui.

Descobrir ‘Os Lusíadas’ no Museu do Oriente

No Museu do Oriente, crianças entre os seis e os 12 anos poderão «embarcar na epopeia dos Lusíadas e redescobrir o caminho marítimo para a Índia numa viagem narrativa com passagem até pelo Olimpo». Haverá duas sessões: dias 8 e 22 de Fevereiro, das 15h00 às 17h00. O preço é de cinco euros por participante. Necessária marcação até 3 de Fevereiro (1.ª sessão) ou 17 de Fevereiro (2.ª sessão).

A ‘Granta’ portuguesa também vai ter o seu 20/40 (e ainda bem)

granta_20_40

À semelhança da Granta original, a Granta portuguesa vai organizar um concurso para encontrar os 20 melhores ficcionistas lusófonos com menos de 40 anos. Podem concorrer trabalhos inéditos (dez mil a 50 mil caracteres) de escritores estreantes ou com obra publicada. O prazo limite de entrega é 31 de Julho. Em 2014, será publicado um número especial dedicado aos 20 autores seleccionados.
Parecendo-me esta uma excelente ideia, tenho dúvidas em relação a um aspecto: a abertura ao universo total dos países de língua portuguesa. Por um lado, tenho a certeza de que se encontraria matéria-prima suficiente em Portugal. Por outro, quando se fez algo de semelhante no Brasil, não se abriu a porta aos portugueses. Além de que nos arriscamos a que muitos dos autores presentes na lista brasileira repitam a presença deste lado do Atlântico.
Veremos.

‘Blimunda’ #20

O novo número da revista editada pela Fundação José Saramago já está disponível para download, aqui.

Aprender caligrafia japonesa

caligrafia

O Museu do Oriente organiza, no dia 5 de fevereiro, das 15h00 às 17h00, um workshop de caligrafia japonesa para adultos, com Osvaldo Andrade Neto. Preço: 12 euros.

A Urgência da Literatura

«Que livros e leitores queremos? Que país temos?», perguntam Helena Buescu e António Carlos Cortez. Algumas respostas vão ser dadas durante este fim-de-semana, no CCB, em sessões na Sala Luís de Freitas Branco, com entrada livre.

Uma editora que expõe arte

abysmo_galeria
Clique para aumentar

A abertura é hoje, a partir das 19h00.

Henri Michaux vai ao Porto

Michaux_Gato Vadio
Clique para aumentar

Uma aula obrigatória

p_futuro
Clique para aumentar

Dois monstros literários na Gulbenkian. No próximo sábado, a pensar no Próximo Futuro.

Revista ‘Ler’, n.º 127

Layout 1

Nas bancas, de cara nova.

Elefante Salomão chega hoje a Lisboa

Praça do Município, 21h30. Mais informações aqui.

Fernando Pessoa em Espanha

fp_espanha

Abre na quinta-feira e pode ser vista até ao fim do ano. Comissários: Antonio Sáez Delgado e Jerónimo Pizarro.

Jornadas Llansolianas

As quintas Jornadas Llansolianas de Sintra, organizadas pelo Espaço Llansol, reúnem este ano «seis tradutores de Llansol (de Espanha, França, Alemanha, Áustria e Estados Unidos), vários artistas que “traduziram” o texto de Llansol para outras linguagens (pintura, desenho, cinema, música) e escritores, professores e actores que comentarão e lerão as singulares versões de poetas franceses por Maria Gabriela Llansol». As Jornadas decorrerão nos dias 12 e 13 de Outubro, no Palácio Valenças. Programa e informações adicionais, aqui.

‘Afinidades Electivas’ no Goethe Institut

Esqueçam a troika, esqueçam a Merkel. Entre a Alemanha e Portugal, também existem Afinidades Electivas. O festival literário arrancou ontem e a programação deste sábado pode ser consultada aqui.

Esta tarde, no Clube Ferroviário

primeiro_passo_1

primeiro_passo_2
Clique para aumentar

A partir das 19h30, moderarei um debate com o Sandro William Junqueira, o João Ricardo Pedro, o Afonso Cruz e o Filimone Meigos.

Poesia no São Luiz

A partir das 23h30. Eu farei parte do contingente de «vários poetas portugueses».

Logo à noite

Três poetas no tanque do Bartô (Chapitô): Margarida Ferra, Raquel Nobre Guerra e Nuno Moura. A partir das 22h30.

Lançamento de ‘Cinerama Peruana’

Esta tarde, na Bertrand Picoas.

Logo à noite, na Covilhã

Pelas 21h30, participarei no Café Literário conduzido por Manuel da Silva Ramos, na Esplanada do Café do Jardim do Lago, na Covilhã. Apesar do frio que se anuncia, quem estiver pela Beira Interior é muito bem-vindo a uma conversa que valerá a pena, nem que seja pelo brilhantismo do meu interlocutor.

Traduzir com autores

translating
Clique para aumentar

Um workshop sobre tradução literária em que estarão presentes vários autores luso-americanos, entre os quais Frank X. Gaspar, Anthony de Sa, Katherine Vaz e Brian de Sousa. Mais informações aqui.

Lançamento de “E agora?”

convite_eagora
Clique para aumentar

Reflexões de Pedro Adão e Silva sobre a crise do Euro e a catástrofe económica e social em curso no nosso país. Terça-feira à tarde, no Corte Inglés.

Logo à tarde

Pelas 18h00, no Café Império (Av. Almirante Reis, Lisboa), será apresentado o mais recente livro de Manuel da Silva Ramos: Pai, levanta-te, vem fazer-me um fato de canela (Edições A23). Miguel Real falará sobre a obra e o Grupo de Jograis “U…Tópico” lerá um capítulo do livro.

Leitura Furiosa 2013

Esta tarde, a partir das 15h00, na Casa da Achada, serão lidos/cantados textos feitos por escritores em Lisboa, Porto, Beja, Guimarães e Amiens, a partir de conversas com pessoas zangadas com a leitura e/ou com o mundo. Imagens do que aconteceu na sexta-feira e ontem, aqui.

Um dever de memória

presos
Clique para aumentar

O livro que Joana Pereira Bastos, jornalista do Expresso, escreveu sobre o sofrimento dos presos políticos em Portugal, nas vésperas do 25 de Abril de 1974, é lançado esta tarde.

Nos bastidores de Obama

conv_germano
(Clique para aumentar)

Logo à tarde, a política americana invade as Amoreiras.

Escritores na primeira pessoa

A Casa da América Latina vai exibir quinzenalmente, à segunda-feira, pelas 19h00, entre 1 de Abril e 21 de Outubro (com uma paragem em Agosto), a série de documentários Escritores en Primera Persona, sobre algumas das principais figuras da literatura latino-americana, as suas obras e o modo como se inserem na cultura dos seus países. Os filmes têm uma duração de aproximadamente meia hora.
Eis a lista completa:

1 de Abril: Elena Poniatowska (México)
15 de Abril: Luis Sepúlveda (Chile)
29 de Abril: Antonio Skármeta (Chile)
13 de Maio: Mario Vargas Llosa (Peru)
27 de Maio: Alfredo Bryce Echenique (Peru)
3 de Junho: Ariel Dorfman (Argentina/Chile)
17 de Junho: Isabel Allende (Chile)
1 de Julho: Quino (Argentina)
15 de Julho: Carlos Fuentes (México)
2 de Setembro: Mario Benedetti (Uruguai)
23 de Setembro: Juan Villoro (México)
7 de Outubro: Rigoberta Menchú (Guatemala)
21 de Outubro: Eduardo Galeano (Uruguai)

Dia da Poesia no CCB

Hoje, dia 24, a poesia volta a invadir o CCB. São muitas as iniciativas: debates, exposições, homenagens (a Ruy Belo), ateliers, concertos, maratonas de leitura, uma Feira do Livro. À semelhança do que aconteceu o ano passado, eu lerei poemas na sessão “De Viva Voz” (apresentada por Beatriz Batarda), na Sala Luís de Freitas Branco, a partir das 16h45. A programação completa, aqui.

Bendito Festival Mal Dito

É um festival de poesia, em Coimbra. Começou ontem e continua até domingo. Programação completa aqui.

Festival Literário da Madeira com programação fechada

No início de Abril, entre dia 1 e 7, decorre no Funchal o terceiro Festival Literário da Madeira. A programação pode ser consultada aqui. Destaque para a presença de Naomi Wolf e Zygmunt Bauman, que serão entrevistados por Rui Tavares e José Rodrigues dos Santos, respectivamente. Haverá cinco mesas: “A Arte de Morrer Longe” (Mário de Carvalho), moderada por Cláudia Rodrigues, com João Tordo, Raquel Ochoa, Tiago Patrício e Tiago Salazar; “A Arte de Lidar Com as Mulheres” (Schopenhauer), moderada por Paula Moura Pinheiro, com Ana Luísa Amaral, Filipa Leal, Inês Fonseca Santos, João Paulo Cotrim e Waldir Araújo; “A Arte da Guerra” (Sun Tzu), moderada por Ricardo Miguel Oliveira, com Antonio Scurati, Carlos Vaz Marques, João Luís Barreto Guimarães e Pedro Mexia; “A Arte da Libertação” (Krishnamurti), moderada por Sílvio Fernandes, com Anselmo Borges, Gina Picart, Lídio Araújo e Tabish Kahir; e “A Arte de Pagar as Suas Dívidas” (Balzac), moderada por Carlos Vaz Marques, com Carlos Quiroga, Maria do Rosário Pedreira, Raquel Varela e Rui Zink.

Um homem, dez cantos

Durante o dia de hoje, das dez da manhã à meia-noite, no Pequeno Auditório do CCB, o actor António Fonseca vai recitar de cor o texto integral d’ Os Lusíadas, de Luiz Vaz de Camões. Trazer assim uma epopeia inteira dentro da cabeça: eis um acto de grande coragem intelectual. Eu tentarei assistir aos cantos IX e X, lá mais para a noitinha.

Lembrar Agostinho da Silva

O grupo de jograis U…Tópico gravou recentemente um precioso audiolivro dedicado a Agostinho da Silva. São dois CD’s: no primeiro, ouvimos uma intervenção oral do filósofo no Martinho da Arcada (a 14 de Outubro de 1988, num encontro alusivo ao aniversário de Álvaro de Campos); no segundo, textos do mestre, muito bem lidos pelos jograis.
Até ao fim do mês, o grupo vai fazer três apresentações públicas, com leituras, deste audiolivro: a 19 de Março, na FNAC Vasco da Gama (18h30); a 23 de Março, na FNAC Chiado (16h00); e a 26 de Março, na FNAC Colombo (18h30). Não percam.

Homenagem a Manuel António Pina

Amanhã, sábado, durante a tarde, a baixa do Porto vai ser atravessada por um desfile que «pretende homenagear o poeta e escritor, gritando versos em vez de palavras de ordem». A iniciativa, no âmbito do Bairro dos Livros, juntará no largo da Torre dos Clérigos os colectivos poéticos da cidade, grupos de teatro, escritores, livreiros, músicos e cidadãos anónimos. Pelas 17h30, o Café Orfeu (Rua Júlio Dinis) acolhe uma tertúlia organizada pela revista literária Sítio, com Álvaro Magalhães, Manuel Jorge Marmelo e Rui Lage, à conversa com moderação de Alexandra Malheiro.

Logo à noite


Clique para aumentar

Ou de como O Livro do Ano pode aparecer logo em Março.

Página seguinte »

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges