Uma biblioteca sem livros

APphoto_Bookless Library

Acaba de ser inaugurada a primeira biblioteca norte-americana 100% digital. Terá os seus méritos, certamente. Mas, com o seu look de cybercafé muito limpinho, não me dá vontade nenhuma de lá entrar.



Comentários

One Response to “Uma biblioteca sem livros”

  1. Luís Silva on Fevereiro 6th, 2014 10:04

    Eu nem tenho palavras para o que estou a ver. Uma biblioteca totalmente digital ? Bem… Acho que o fim do mundo está bem mais próximo do que aquilo que eu pensava. Como é possível se substituir o formato em papel para um computador e não dar conta das implicações que isso tem ? Não sentir o papel, não sentir o cheiro do livro, não desfolhear uma página, não ver apontamentos ou atenções de ex-donos, não leva-lo conosco num bolso, não poder emprestá-lo… Enfim é um leque de qualidades e particularidades que se perdem ao passar os livros para uma biblioteca digital (que para mim nem deveria tomar a designação de biblioteca). Eu só me pergunto é como é que consegue alguém estar horas a olhar para um ecran a ler ??!!! Eu passado dez minutos, se não tiver oculos (e mesmo com oculos), fico logo com dor de cabeça. Acho que esta ideia é absurda e terá mais tarde ou mais cedo os seus dias contados. Não vejo nenhuma alternativa viavel que substitua o formato em papel dos livros.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges