Açougue de palavras

«Açougue de palavras, pedaços de carne roubados e atirados às feras», escreve Carlos Alberto Machado, no seu excelente blogue/site, sobre esse movimento de «predação» que é sempre a leitura dos outros.



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges