O que aí vem (para o ano, lá fora)

Eis alguns dos livros promissores que já se anunciam para 2011, nos países de língua inglesa. Pela minha parte, vou ter debaixo de olho os contos de Colm Tóibín, os ensaios de Geoff Dyer e David Lodge, os diários de E.M. Foster, além do muito esperado romance póstumo de David Foster Wallace (The Pale King).

[via Blogtailors]



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges