Um leitor sem qualidades

Ou melhor: um leitor com qualidades imensas. Um leitor que reúne «representações, citações, histórias, imaginários, deambulações, funambulismos perseguindo “um rasto já há muito extinto no ar ou na água [mas que continua] visível, aqui, no papel”, como diria W.G. Sebald». Um leitor que já nos dera um dos melhores blogues portugueses de sempre e depois desaparecera. O leitor sem qualidades (isto é, com qualidades imensas), o leitor benjaminiano, musiliano, walseriano, sebaldiano, vila-matiano, cortazariano, o leitor-leitor, o leitor-escritor, o leitor quase total está de volta.
Se soubesse como se faz, eu próprio lançaria o fogo-de-artifício, mesmo num dia assim, de nuvens enchendo o céu.



Comentários

3 Responses to “Um leitor sem qualidades”

  1. Gerana Damulakis on Junho 30th, 2009 1:55

    Da Leitora para o Leitor: fui lá e gostei muito.

  2. António on Junho 30th, 2009 10:07

    Não conhecia esse eloquente senhor, mas é sempre bom descobrir alguém munido de coordenadas literárias tão diferentes da minha empobrecida experiência pessoal. Depois desta bombástica divulgação, só resta seguir atentamente o Leser ohne Eigenschaften.

    Abraços,

    – António

  3. pornolab.tv on Agosto 16th, 2009 0:13

    Hi! The mind of your blog is stunningly
    camon to my boobs TV tube.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges