Uma daquelas notícias que me deixam doente

«Lisboa perdeu a sua única livraria exclusivamente dedicada à poesia. O proprietário, Mário Guerra, admite reabrir num outro espaço, mas não consegue esconder a profunda desilusão com o rumo do país.»
Que merda, que merda, que merda.
Ate já, Changuito.



Comentários

One Response to “Uma daquelas notícias que me deixam doente”

  1. George Sand on Abril 7th, 2012 18:41

    Cada vez menos esperança para a poesia.
    Fiquei muito triste, mas disseram-me que talvez o projecto não acabe assim…

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges