‘Auto do Relvas’

Três alunos de 14 anos, da Escola EB23 Dra. Maria Alice Gouveia (Coimbra), fizeram numa aula de Português uma mui oportuna adaptação do Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente. Publicada na biblioteca digital da escola, chegou-nos pela mão de um leitor e amigo (Manuel Diogo). Ei-la:

Vem Miguel Relvas conduzindo aos ziguezagues o seu Mercedes banhado a ouro e sai do carro com o seu diploma na mão. Chegando ao batel infernal, diz:

RELVAS – Hou da barca!
DIABO – Ó poderoso Doutor Relvas, que forma é essa de conduzir?
RELVAS – Tirei a carta de scooter e deram-me equivalência. Esta barca onde vai hora?
DIABO – Pera um sítio onde não hai contribuintes para roubar!
RELVAS – Pois olha, não sei do que falais. Quantas aulas eu ouvi, nom me hão elas de prestar.
DIABO – Ha Ha Ha. Oh estudioso sandeu, achas-te digno de um diploma comprado nos chineses ao fim de três aulas?
RELVAS – Um senhor de tal marca não há de merecer este diploma!
DIABO – Senhores doutores como tu, tenho eu cá muitos.

Miguel Relvas, indignado com a conversa, dirige-se ao batel divinal.

RELVAS – Oh meu santo salvador, que barca tão bela, porque nom hei dir eu nela?
ANJO – Esta barca pertence ao Céu, nom a irás privatizar!
RELVAS – Tanto eu estudei, que nesta barca eu entrarei.
ANJO – Tu aqui não entrarás, contribuintes cortaste, dinheiro roubaste e um curso mal tiraste.

Relvas, sem alternativa, volta à barca do Diabo.

RELVAS – Pois vejo que não tenho alternativa. Nesta barca eu irei. Tanto roubei, tanto cortei, não cuidei que para o inferno fosse.
DIABO – Bem vindo ao teu lar, muitos da tua laia já cá tenho e muitos mais virão. Entra, entra, ó poderoso senhor doutor magistrado Relvas. Pegarás num remo e remarás com a força e vontade com que roubaste aos que afincadamente trabalharam.

Gonçalo, Filipe e Carolina
Turma 9.º D
Escola EB23 Dra. Maria Alice Gouveia
Coimbra



Comentários

3 Responses to “‘Auto do Relvas’”

  1. Manuel Diogo on Março 7th, 2013 10:30

    Obrigado por teres publicado. São miúdos mas pelos vistos já sabem certas “coisas” importantes…
    Abraço
    MD

  2. Olinda Gil on Março 7th, 2013 11:06

    É disto que eu falo quando digo que há miúdos geniais.

  3. Rui Vilar on Março 7th, 2013 16:45

    Os professores destas crianças são cidadãos portugueses? Suponho que não. Ou, se o são, são mentalmente desestruturados e devem ser imediatamente demitidos, pois não têm condições para educar crianças.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges