2 x Festival Silêncio

Hoje estarei em duas sessões do Festival Silêncio. Primeiro, às 19h30, vou moderar uma conversa na sala 2 do Cinema S. Jorge, entre o brasileiro Juva Batella, o angolano José Eduardo Agualusa e o norte-americano Richard Zimler. Depois, a partir das 23h00, serei um dos três concorrentes de um jogo literário de alto risco: Suicida-me, concebido por Alberto Torres Blandina e apresentado por Nuno Costa Santos. Na arena da folha em branco (a imagem de um processador de texto projectada no grande ecrã), medirei forças com Patrícia Portela e João Leal. No fim, ao invés do que se passava nas lutas entre gladiadores, o prémio do vencedor é a morte (o suicídio) da personagem que se levou na cabeça para a escuridão fumarenta do MusicBox.



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges