‘Nós e os Clássicos’ na Almedina

Partindo de uma pergunta de Italo Calvino («Porquê ler os clássicos?»), a jornalista e escritora Filipa Melo organiza e modera uma comunidade de leitores na livraria Almedina do Atrium Saldanha, intitulada ‘Nós e os Clássicos’. A ideia é levar «todos os que gostam de ler a descobrirem os grandes clássicos da Literatura Universal, apresentados por leitores excepcionais e numa perspectiva de ligação com a actualidade». As obras em foco abrangem um arco temporal vastíssimo: dos grandes Livros religiosos (Bíblia, Alcorão, Talmude) a Homero, Dante e Shakespeare; das teorias de Einstein, Marx e Freud aos romances de Proust, Joyce e Kafka. As sessões, abertas ao público em geral, estão marcadas para a última quinta-feira de cada mês, na Almedina (Atrium Saldanha, Pç. Duque de Saldanha, 1, Loja 71 – 2º Piso, Lisboa). A sessão de hoje começa às 19h00 e aborda a Divina Comédia, de Dante Alighieri, com a presença do tradutor português (Vasco Graça Moura).



Comentários

One Response to “‘Nós e os Clássicos’ na Almedina”

  1. Nuno Vieira on Fevereiro 27th, 2009 11:49

    António Lobo Antunes dizia algo como isto: tem de se ler os clássicos para depois os podermos imitar sem dar-mos conta.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges