‘Para já, Para já’ é na quarta-feira

Eis uma coisa inaudita: o lançamento de um livro de Vítor Silva Tavares, o editor (da &Etc) que não faz lançamentos. Inaudita e imperdível.



Comentários

4 Responses to “‘Para já, Para já’ é na quarta-feira”

  1. Eduardo F. on Outubro 8th, 2012 20:33

    Bem, devemos ler:

    “Pára já, Pára já” ?

    ou

    Para já, Para já (como lá está escrito, portanto) ?

  2. José Mário Silva on Outubro 9th, 2012 9:04

    Eduardo,

    Para já, para já, o Vítor Silva Tavares nunca aceitaria escrever segundo os ditames do Acordo Ortográfico, pelo que o título é mesmo “Para já, para já”. O que não quer dizer que o VST não pudesse gritar bem alto, sobre o Acordo, como quem tenta deter uma besta: “Pára já, pára já”.

  3. Lembrete | Bibliotecário de Babel on Outubro 10th, 2012 8:50

    […] RoqueJapp em Três poemas em prosa de Jorge Roquemargarida f. em Dias úteisJosé Mário Silva em ‘Para já, Para já’ é na quarta-feiraJosé Mário Silva em Três poemas em prosa de Jorge […]

  4. Eduardo F. on Outubro 10th, 2012 21:14

    Suspiro de alívio: somos muitos, os resistentes à estupidez e ao abuso anti-democrático do NAO.

    Obrigado.
    :)

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges