Poemas em torno do Café Gelo

cafe_gelo
Clique para aumentar

«POETAS DO POVO / POESIA DO GRUPO DO CAFÉ GELO / 8 Set, 22h00
Com Fernando Pinto do Amaral, José Mário Silva, Clara Andermatt e Nuno Miguel Guedes, acompanhados pela música de Vítor Rua.
O grupo do Café Gelo era constituído por diversas personalidades artísticas como Manuel de Lima, Luiz Pacheco, Mário Cesariny, Mário-Henrique Leiria Raul Leal, António José Forte, Ernesto Sampaio, Herberto Helder, José Escada, René Bertholo, Gonçalo Duarte, João Rodrigues Vieira, Helder Macedo, Manuel de Castro, António Barahona da Fonseca, entre outros que, no final dos anos 50, se reuniam neste mítico café da baixa Lisboeta.
Nesta sessão recordaremos a tertúlia que se pode considerar a segunda geração do movimento surrealista português.
Nas palavras de António José Forte, “um verdadeiro escândalo, que não era provocado por um manifesto, por um grupo com nome próprio, por uma revista, mas por um grupo iconoclasta e libertário onde se falava de tudo, até de literatura e artes, e de rosas também. Um grupo de franco-atiradores, é verdade; um grupo de poetas, sem dúvida. Que disparava ao acaso sobre a multidão, que inventava os seus infernos e paraísos, que usava a liberdade de expressão ora voando, morrendo, desaparecendo, escrevendo às vezes”.»



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges