A melhor ficção do milénio (até agora)

O blogue The Millions resolveu pedir ajuda a mais de 50 críticos literários e escritores norte-americanos para escolher os 20 melhores livros de ficção da primeira década do século XXI, de entre os que foram publicados nos EUA (método explicado aqui). Mais tarde, o The Millions também consultou os seus leitores, através do Facebook, elaborando uma segunda lista. Eis os resultados:

Lista dos peritos:

1. The Corrections, de Jonathan Franzen
2. The Known World, de Edward P. Jones
3. Cloud Atlas, de David Mitchell
4. 2666, de Roberto Bolaño
5. Pastoralia, de George Saunders
6. The Road, de Cormac McCarthy
7. Austerlitz, de W.G. Sebald
8. Out Stealing Horses, de Per Petterson
9. Hateship, Friendship, Courtship, Loveship, Marriage, de Alice Munro
10. Never Let Me Go, Kazuo Ishiguro
11. The Brief, Wondrous Life of Oscar Wao, de Junot Díaz
12. Twilight of the Superheroes, de Deborah Eisenberg
13. Mortals, de Norman Rush
14. Atonement, de Ian McEwan
15. Varieties of Disturbance, de Lydia Davis
16. Middlesex, de Jeffrey Eugenides
17. The Fortress of Solitude, de Jonathan Lethem
18. Stranger Things Happen, de Kelly Link
19. American Genius, A Comedy, de Lynne Tillman
20. Gilead, de Marilynne Robinson

Lista dos leitores:

1. The Brief, Wondrous Life of Oscar Wao, de Junot Díaz
2. 2666, de Roberto Bolaño
3. Middlesex, de Jeffrey Eugenides
4. Cloud Atlas, de David Mitchell
5. The Road, de Cormac McCarthy
6. Atonement, de Ian McEwan
7. The Amazing Adventures of Kavalier and Clay, de Michael Chabon
8. The Corrections, de Jonathan Franzen
9. Gilead, de Marilynne Robinson
10. White Teeth, de Zadie Smith
11. Kafka on the Shore, de Haruki Murakami
12. The Kite Runner, de Khaled Hosseini
13. Never Let Me Go, de Kazuo Ishiguro
14. Austerlitz, de W.G. Sebald
15. Empire Falls, de Richard Russo
16. Runaway, de Alice Munro
17. The Master, de Colm Tóibín
18. Half of a Yellow Sun, de Chimamanda Ngozi Adichie
19. Unaccustomed Earth, de Jhumpa Lahiri
20. Jonathan Strange & Mr. Norrell, de Susanna Clarke

Dez dos 20 livros escolhidos pelo painel de peritos já estão editados em Portugal: Correcções, de Jonathan Frazer (Dom Quixote); Atlas das Nuvens, de David Mitchell (Dom Quixote); 2666, de Roberto Bolaño (Quetzal); A Estrada, de Cormac McCarthy (Relógio d’Água); Austerlitz, de W. G. Sebald (Teorema); Cavalos Roubados, de Per Peterson (Casa das Letras); Nunca Me Deixes, de Kazuo Ishiguro (Gradiva); A Breve e Assombrosa Vida de Oscar Wao, de Junot Díaz (Porto Editora); Expiação, de Ian McEwan (Gradiva); Middlesex, de Jeffrey Eugenides (Dom Quixote).
Na lista dos leitores, a proporção ainda é maior: 17 livros dos 20 foram traduzidos por editoras portuguesas. Além dos nove títulos que constam da outra lista, há ainda As Espantosas Aventuras de Kavalier & Clay, de Michael Chabon (Gradiva); Dentes Brancos, de Zadie Smith (Dom Quixote); Kafka à Beira-mar, de Haruki Murakami (Casa das Letras); O Menino de Cabul, de Khaled Hosseini (Relógio d’Água); Fugas, de Alice Munro (Relógio d’Água); O Mestre, de Colm Tóibin (Dom Quixote); Meio Sol Amarelo, de Chimamanda Adichie (ASA); Jonathan Strange & o Sr. Norrell, de Susanna Clarke (Casa das Letras).



Comentários

10 Responses to “A melhor ficção do milénio (até agora)”

  1. Gerana Damulakis on Setembro 30th, 2009 2:25

    Concordo com tantos títulos, senti falta de outros tantos. menos mal que estão aí: Não me abandone jamais, de Ishiguro, Kafka à beira-mar, de Murakami (tiro o chapéu para ele), Reparação, de McEwan, Austerlitz, de Sebald e O mestre, de Colm Tóibín. Cormac McCarthy me aguarda, olho e não abro, não sei a razão, talvez o que li nas “orelhas” e, então, outros livros me chamam. O mesmo acontece com Middlesex, de Eugenides, não me atrai, tenho há anos e não li.
    Não sei se As correções, de Franzen, é um livro que mereça figurar, há outros mais relevantes. E Martin Amis, e John Banville, com Casa de encontros e O mar, respectivamente? Narrativas de primeira linha, ambas.
    JMS: novamente, passei do limite. Gosto tanto daqui que acabo fazendo monólogos nos comentários. Desculpe.

  2. Luís Rodrigues on Setembro 30th, 2009 10:34

    Boa. O _Cloud Atlas_ saiu por cá (se não estou em erro pela D. Quixote) e foi criminosamente ignorado por muitos. É bom ver que não estou completamente doido.

    Também tentei que publicassem contos do _Stranger Things Happen_ por cá, mas infelizmente a Kelly Link era praticamente desconhecida na altura, de modo que foi uma recomendação que caiu em orelhas mouca. “Ai, isto é muito esquisito. Ai, não gosto nada destas coisas, são horríveis.” Etc . . .

  3. Luís Rodrigues on Setembro 30th, 2009 10:44

    A propósito, _Stranger Things Happen_, _Magic for Beginners_ e outros estão disponíveis para download gratuito:

    http://smallbeerpress.com/creative-commons/

  4. A melhor ficção do milénio (até agora) | Alessandrolândia on Setembro 30th, 2009 11:37

    [...] A melhor ficção do milénio (até agora) – O blogue The Millions resolveu pedir ajuda a mais de 50 críticos literários e escritores norte-americanos para escolher os 20 melhores livros de ficção da primeira década do século XXI, de entre os que foram publicados nos EUA. Mais tarde, o The Millions também consultou os seus leitores, através do Facebook, elaborando uma segunda lista. Veja os resultados. [...]

  5. Juliana Rodrigues on Setembro 30th, 2009 13:21

    OLa, vi seu blog e adorei as suas dicas

    :P
    ate a proxima!

  6. cc on Setembro 30th, 2009 16:46

    O movimento da verdade está a criar o seu fundamento.
    pela justiça!

    http://www.causaprimeira.blogspot.com

  7. Alex Pinto on Setembro 30th, 2009 19:43

    Obrigada pela lista. Alguns não li, vou tentar ler. Uma agradável surpresa o Cavalos Roubados. Apesar de ter vários livros dessa editora, fiquei admirada por ter um livro tão literário entre os outros. Parece mais um livro da Cavalo de Ferro. Muito bom mesmo.

  8. Notas: os vencedores do campeonato mundial de encadernação de livros | Livros e afins on Outubro 3rd, 2009 12:52

    [...] A melhor ficção do milénio (até agora) – O blogue The Millions resolveu pedir ajuda a mais de 50 críticos literários e escritores norte-americanos para escolher os 20 melhores livros de ficção da primeira década do século XXI, de entre os que foram publicados nos EUA. Mais tarde, o The Millions também consultou os seus leitores, através do Facebook, elaborando uma segunda lista. Veja os resultados. [...]

  9. A melhor ficção da primeira década do milênio « Autores e Livros on Outubro 7th, 2009 4:11

    [...] melhor ficção da primeira década do milênio Ir aos comentários Via site  Bibliotecário de Babel, soube da notícia de que críticos e leitores escolheram os 20 melhores livros de ficção da [...]

  10. nuno guerreiro on Outubro 7th, 2009 14:18

    Não sei se alguém compartilha da minha opinião mas a tradução portuguesa do Middlesex, de Jeffrey Eugenides, é no mínimo infeliz. Daquelas que nos levam a por o livro a um canto.

Leia os últimos textos publicados
«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges