A nova Trama

trama

Fica na mesma rua, um pouco mais acima. É mais pequena, mais estreita, sem escadas para o andar de cima, sem café, sem concertos de música às quintas à noite. Mas forrada de cima abaixo com aquilo que verdadeiramente interessa numa livraria: os livros. Livros excelentes, a revelarem cuidado na escolha, exigência estética, o gosto assumido de quem continua a arriscar ser independente em tempos de crise: a Catarina e o Ricardo.
A estratégia mudou, mas a atitude é a mesma. Pôr ao nosso alcance e com o devido destaque expositivo os livros que as livrarias mainstream ignoram ou escondem. Também lhe poderia chamar serviço público em prol da literatura. Mas a Catarina e o Ricardo dispensam as pancadinhas nas costas. O que interessa é que voltaram a abrir as portas, com as ganas de sempre mas mais focados nos livros do que nunca. Que elas (as portas) não se voltem a fechar tão cedo é o que lhes desejo.

trama2



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges