Amanhã na secção de Livros da revista ‘E’

Um Copo de Cólera, de Raduan Nassar (Companhia das Letras), por Pedro Mexia
História do Espelho, de Sabine Melchior-Bonnet (Orfeu Negro), por Celso Martins
Anunciações, de Maria Teresa Horta (Dom Quixote), por José Mário Silva
Tudo pelo Poder, de Rui Cardoso (Matéria-Prima), por António Loja Neves
O Eterno Marido, de Fiódor Dostoievski (Presença), por Luís M. Faria
Os Jardins de Luz, de Amin Maalouf (Marcador), por José Guardado Moreira
Dramas de Companhia, de André Domingues (Companhia das Ilhas), por José Mário Silva



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges