Amanhã na secção de Livros do ‘Actual’

Coração tão branco, de Javier Marías (Alfaguara), por Pedro Mexia
Pleno Emprego, de Miguel Cardoso (Douda Correria), por José Mário Silva
Nada Tenho de Meu, de João Paulo Cuenca, Miguel Gonçalves Mendes e Tatiana Salem Levy (Jumpcut), por José Mário Silva
A Arte dos Ruídos, de Luigi Russolo (Momo), por Manuel de Freitas
Correspondência 1969-1978, de Jorge de Sena e Carlo Vittorio Cattaneo (Guimarães), por Luís M. Faria



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges