Amanhã, na secção de Livros do ‘Actual’

Deixem Passar o Homem Invisível, de Rui Cardoso Martins (Dom Quixote), por Ana Cristina Leonardo
No teu deserto, de Miguel Sousa Tavares (Oficina do Livro), por José Mário Silva
Grimus, de Salman Rushdie (Dom Quixote), por José Guardado Moreira
Meio Sol Amarelo, de Chimamanda Ngozi Adichie (ASA), por Rogério Casanova
Sobre o Teatro de Marionetas e Outros Escritos, de Heinrich von Kleist (Antígona), por António Guerreiro
Antologia da Poesia Grega Clássica, selecção e tradução de Albano Martins (Portugália), por Hugo Pinto Santos
O Fim pode Esperar, de Diana Athill (Pedra da Lua), por Luísa Mellid-Franco



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges