Amanhã, na secção de Livros do ‘Actual’

A Arte de Morrer Longe, de Mário de Carvalho (Caminho), por Luísa Mellid-Franco
As Dez Mulheres do Industrial Rauno Rämekorpi, de Arto Paasilinna (Relógio d’Água), por Ana Cristina Leonardo
Declínio e Queda, de Evelyn Waugh (Relógio d’Água), por Luís M. Faria
Temor e Tremor, de Soren Kierkegaard (Relógio d’Água), por António Guerreiro
Alfredo da Silva e Salazar, de Miguel Figueira de Faria (Bertrand), por J. F. Palma-Ferreira
Atalhos de Portugal, de Rui Cardoso (By the Book), por Paulo Paixão



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges