Como comer um poema

Os dois primeiros versos de Eve Merriam dizem logo o principal: «Don’t be polite. / Bite in.»



Comentários

2 Responses to “Como comer um poema”

  1. Terra Sonora on Novembro 25th, 2009 17:59

    A ed. Pluma Branca tem o prazer de anunciar o lançamento para o mês de Dezembro, o lançamento de um livro que promete revolucionar…

    http://www.terrasonora-nunoviana.blogspot.com

  2. C on Novembro 26th, 2009 19:55

    Bite in, yes, but be carefull, because if the poem does me the same that apples did i get a tremendous worry. To bite in, one must consider the age and the ownership of the teeth otherwise there she goes to the dentist fixing the damage and paying, paying. Me, persistent senior, can do it no more.
    I go there with a knife, gently cutting.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges