Da ficção à realidade

O Museu da Inocência, descrito por Orhan Pamuk no seu último romance (editado em Portugal pela Presença), vai ter em breve uma versão física e visitável, num prédio de quatro andares no bairro de Çukurcuma, no centro de Istambul.



Comentários

2 Responses to “Da ficção à realidade”

  1. Beguinha on Setembro 21st, 2010 17:55

    Acabei de o ler ontem à noite. Uma longa travessia de sofrimento, mas também uma grande lição de entrega.

  2. isabel ribeiro on Setembro 22nd, 2010 0:07

    Mais um desencontro, aposto. Não é para a 1ª semana Outubro, pois não?

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges