Depois da China, os EUA?

O blogger Carriço, que acertou em cheio na aposta em Mo Yan, garante que em 2013 o vencedor do Nobel será norte-americano. Cá estaremos para confirmar o prognóstico, sendo certo que eu voltarei a apostar numa América do Norte que fica mais a norte do que os EUA.



Comentários

3 Responses to “Depois da China, os EUA?”

  1. Carriço on Outubro 12th, 2012 21:44

    Eu mandei o “bitaite”, mas esse “garante” dá-me logo outro ar de autoridade, ehehe. :)

  2. ana b. on Outubro 13th, 2012 17:05

    E eu no Roth!
    Mas até lá, vou propor uma sociedade para o euromilhões ao Carriço:)

  3. João Oliveira on Outubro 21st, 2012 3:46

    Acredito que será um Ocidental e também aposto no continente americano. Mas parece-me que a escolha estará mais a Norte e que Alice Munro levará finalmente o prémio. A ser um americano será criminoso ser alguém que não o Philip Roth.

    Mas estou contente com o Mo Yan. Pelo menos serviu para despertar o interesse das editoras por um autor por descobrir em Portugal.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges