Desejo

Gostava mesmo que a Grande Oferta de Livros do BdB fosse um êxito. Era óptimo que amanhã de manhã estivessem 20 ou 30 pessoas no miradouro, a escolher livros e a falar umas com as outras (trocando ideias, talvez até iniciando improváveis amizades).
Depois das populares e mediáticas flash mobs, eis a oportunidade de criar um novo conceito: as literary mobs.

Actualização – Hoje em dia, é difícil inventar uma coisa que já não esteja inventada. Estava eu para aqui a pensar que a ideia de uma literary mob era muito original quando o Google, filtrando a informação do mundo inteiro, me indica que uns italianos se anteciparam quatro meses. A 23 de Abril deste ano, em Salerno, celebrando o Dia Mundial do Livro, uma associação cultural (iter.artis) organizou aquilo a que chama «a primeira Literary Mob», durante a qual um conjunto de leitores se passeou pela rua, lendo passagens do livro preferido. As fotos podem ser vistas no Flickr.



Comentários

7 Responses to “Desejo”

  1. patti on Agosto 20th, 2010 12:33

    Pode não ser este o acontecimento do ano, mas é uma ideia genial, altruísta e que vai agradar a muitos leitores do bibliotecário.
    Eu vou lá estar (alguma coisa do José Rodrigues Miguéis?) e faço questão de fazer uma pequena reportagem fotográfica deste evento.

  2. nils on Agosto 20th, 2010 13:25

    Eu estou mesmo afim de ir. A ver se convenço um amigo a acompanhar-me. E acho que terá muito mais do que as tais 20 ou 30 pessoas, pelo que também penso que terá que limitar as ofertas por individuo. Se eu lá estiver apresento-me. Pois que ainda que eu não seja amigo, e não venha a ser, o que posso chamá-lo a si e à sua senhora que tão generosamente oferecem livros? Boa sorte para a iniciativa.

  3. Maria on Agosto 20th, 2010 13:29

    Pois é pena que seja em Lisboa….adoro ler….e ia com muito gosto a essa oferta inédita.e tenho a certeza que para além de livros vinha com sugestões que é muito importante…..Se sobrar alguma coisa (que duvido) há sempre as Bibliotecas….. mas aí aconselho vivamente bibliotecas do interior do país lutam com a falta de verba para comprar livros….
    Boa sorte

  4. fallorca on Agosto 20th, 2010 18:24

    Eu tenho pena é da hora escolhida!

  5. Miguel Filipe M. on Agosto 20th, 2010 23:48

    Infelizmente não poderei estar em Lisboa amanhã. Com muito gosto colheria algo da sua biblioteca e, prazer dobrado, dois dedos de conversa.

  6. isabel ribeiro on Agosto 21st, 2010 1:29

    Estas maratonas de leitura também já acontecem algures na Galiza, numa biblioteca pública. Hei-de investigar. A memória está mesmo cheia… e não me ocorre agora o nome da cidade.

  7. Isabel on Agosto 21st, 2010 12:33

    Com muito gosto iria também.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges