Diário do Booker (12)

Confirma-se: A Fraction of the Whole, de Steve Toltz, é um romance ambicioso, divertido, complexo, caótico, filosófico, inventivo, transgressor, labiríntico, aforístico, quilométrico, quase sempre exasperantemente bom, às vezes genial. Do que li até agora (falta-me Sea of Poppies) parece-me, de longe, o melhor dos livros a concurso.



Comentários

One Response to “Diário do Booker (12)”

  1. Bibliotecário de Babel – Diário do Booker (14) on Outubro 14th, 2008 23:06

    […] muito que esse «other book» tivesse sido A Fraction of the Whole, de Steve […]

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges