Gatos Comunicantes

Na sua excelente colheita de Setembro (a que já me referi aqui), a Assírio & Alvim vai editar um volume de epistolografia que regista o encontro entre dois dos espíritos mais geniais e livres do século XX português. Refiro-me à correspondência trocada entre Maria Helena Vieira da Silva e Mário Cesariny, entre 1952 e 1985. Tendo em conta as qualidades felinas dos dois artistas, o poeta pintor e a pintora poética, o título não podia ser mais certeiro.

fotok_cartas_vieira-cesariny.jpg



Comentários

3 Responses to “Gatos Comunicantes”

  1. C on Agosto 26th, 2008 19:22

    É. C

  2. Bibliotecário de Babel – ‘Gatos Comunicantes’ no museu on Outubro 1st, 2008 5:13

    […] livro Gatos Comunicantes – Correspondência entre Vieira da Silva e Mário Cesariny (1952-1985) vai ser apresentado amanhã (18h30), no auditório da Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva, […]

  3. Ruy Ventura on Outubro 1st, 2008 8:31

    Pela amostra que já li no original – e no seguimento do que terá de saborosa esta correspondência entre Vieira e Cesariny – um destes dias será um acontecimento a publicação da correspondência entre Mário Cesariny e Nicolau Saião (um dos autores que, segundo ele próprio, mantém em Portugal o espírito verdadeiro, não sectário, do surrealismo).

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges