Geografia

No miradouro, esta manhã, houve quem viesse do Porto, houve quem viesse de Aveiro, houve quem viesse de Leiria, houve quem viesse do Carregado. E houve muitos lisboetas, claro.



Comentários

5 Responses to “Geografia”

  1. csd on Agosto 21st, 2010 20:46

    que pena não estar em Lisboa… Mas hoje tinha umas coisitas por aqui…cinema com convidados.

    CSD

  2. leal maria on Agosto 21st, 2010 21:40

    Deves sentir-te vaidoso!? Eu acho que o mereces. Estás fodi***!! O prestigio que granjeaste vincula-te as uma exigência cada vez maior… acho bem! :)

  3. leal maria on Agosto 21st, 2010 21:50

    Eu também tenho as prateleiras carregadinhas de livros. Mas o meu altruísmo não vai tão longe e, comparado com o teu acervo, por certo será uma gota no oceano ( os lugares comuns são cá de uma utilidade…).
    O incrível é, como tendo eu uma casa que é mais do dobro do meu anterior apartamento, o espaço parece cada vez mais ínfimo. Mas ainda há espaço para montar uma tenda no jardim traseiro tal qual prometi à minha filha Tenho esta semana para cumprir essa minha promessa (“MARAVILHAS DA PATERNIDADE” :)

  4. isabel ribeiro on Agosto 21st, 2010 22:04

    Assim como todos os caminhos vão dar a Roma, cá todos os asfaltos desembocam na capital. Seja essa a opção!
    De Aveiro, do Porto para Lisboa? Que loucura! Que tonteria! Para tentar uns livros oferecidos, caso não se tenha sido “pata choca”?!?…
    Respondo: o que estava aqui em jogo não era a oferta de livros, mas o apoio incondicional a esta iniciativa, que decorreu de uma forma tão singular; o conhecer pessoalmente algumas das pessoas que não resistem a visitar este blogue, o partilhar de opiniões, a sã camaradagem, a garantia de manter 2 dedos de conversa com JMS, que se desdobrava e desfazia no seu papel de anfitrião, tendo como pano de fundo um local magnífico com que nos brindou. Estes são os prazeres da vida, as pérolas que se acumulam, os cristais que se coleccionam. JMS está de parabéns. Todos os que apareceram estão de parabéns. O livro e a paixão pela leitura foram o elo de ligação vivido esta manhã, nem que para tal se tenham percorrido alguns kms de prazer (cigarros king size!!!).
    Escolhas. “Tal como a de Sofia.” Agora só nos resta saltar pela janela, rebolar pelo telhado, “lançar umas fumaças”, brindar com champagne, gargalhar e continuar a saborear as leituras, antes que Nathan as possa vir perturbar…

  5. cris on Agosto 21st, 2010 23:41

    Muitos parabéns a todos, ao José Mário pela imensa generosidade e aos que responderam à chamada. Com muita pena não pude estar presente. Suponho então que não terão sobrado nenhuns livros para a tal feira online…? :-( Fica para a próxima. Que lindo miradouro, terei de lá ir quando for a Lisboa.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges