Gonçalo M. Tavares em inglês

No seu acelerado processo de internacionalização, que já o introduziu nos catálogos de algumas das mais importantes editoras do mundo (a italiana Feltrinelli, a espanhola Mondadori, a brasileira Companhia das Letras, entre outras), Gonçalo M. Tavares acaba de dar mais um passo importante, ao ver os direitos de nove livros – os quatro do “Reino” e cinco de “O Bairro” – vendidos para os EUA e Reino Unido.
Num dos últimos números do The Times Literary Supplement, o crítico Toby Lichtig escreveu sobre a edição em inglês de Jerusalém (Dalkey Archive), recensão que termina com o seguinte parágrafo: «This is a powerful little book and the Dalkey Archive should be commended for bringing it to an anglophone audience. The rest of the “kingdom” series is forth coming; if Jerusalem is anything to go by, Tavares’s standing will soon be global.»
Além desta incursão no difícil território anglófono, destaque ainda para duas traduções recentes em França (O Senhor Calvino e O Senhor Kraus, com prefácios de Alberto Manguel e Jacques Roubaud), além de outras edições no México (Água, Cão, Cavalo, Cabeça e Jerusalém), Brasil (Biblioteca e O Senhor Breton), Israel e Eslovénia.



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges