Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco para A. M. Pires Cabral

Atribuído pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e pela Associação Portuguesa de Escritores, o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, no valor de 7500 euros, distingue este ano – e muito bem – O Porco de Erimanto e outras fábulas, de A. M. Pires Cabral, livro publicado na Cotovia (a minha recensão pode ser lida aqui).
O júri, composto por Afonso Cruz, José António Gomes, Serafina Martins e Fernando Miguel Bernardes, decidiu por unanimidade e «valorizou a arquitectura dos enredos, a capacidade de jogar com a perspectiva do narrador, a diversidade dos registos linguísticos (do erudito ao mais coloquial e até ao escatológico) e o trabalho de apuro estilístico do texto».



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges