Grande Prémio do Conto APE para Teresa Veiga

A Associação Portuguesa de Escritores acaba de atribuir o Grande Prémio de Conto “Camilo Castelo Branco” 2008, no valor de cinco mil euros (patrocínio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão), ao livro Uma Aventura Secreta do Marquês de Bradomín, de Teresa Veiga (Cotovia), autora que já ganhara este prémio em 1992, com História da Bela Fria. Do júri fizeram parte Clara Rocha, Fernando J. B. Martinho e Liberto Cruz.
A decisão, tomada por unanimidade, é justíssima. Aliás, para mim, o livro em causa foi não só o melhor livro de contos português editado em 2008, mas o melhor livro de ficção nacional tout court, como assinalei aqui.



Comentários

2 Responses to “Grande Prémio do Conto APE para Teresa Veiga”

  1. Vasco Durão on Junho 2nd, 2009 17:32

    De facto o livro é brilhante, como são todos os outros desta senhora misteriosa. Fiquei completamente viciado. Quem é ela? Onde pára?

  2. venancio on Junho 4th, 2009 5:27

    Prémio justíssimo.

    Aliás, com “O Último Amante”, também na Cotovia, Teresa Veiga tinha já escrito um dos grandes livros da nossa ficção em muitos e muitos anos. Uma delícia que apetece sempre voltar a ler – mesmo que nunca se o faça, e fique só essa saudade dum encontro com a beleza em estado puro.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges