John Updike (1932-2009)

Morreu um dos grandes da literatura norte-americana contemporânea (um dos grandes a quem o adjectivo grande assentava de facto bem), autor prolífico, vencedor de dois Pulitzer, mas não do Nobel (acontece aos melhores).
«His style was one of compulsive and unstoppable vividness and musicality. Several times a day you turn to him, as you will now to his ghost, and say to yourself ‘How would Updike have done it?”», escreveu Martin Amis, no The Guardian.



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges