Jorge Luis Borges na Quetzal

Da apresentação de livros das chancelas do Grupo Bertrand/Círculo, realizada esta manhã durante um pequeno-almoço na Bénard (Chiado), destaca-se o anúncio de que as obras de Jorge Luis Borges vão ser reeditadas pela Quetzal, livro a livro, na maior parte dos casos mantendo as traduções incluídas nas Obras Completas, publicadas há uns anos pela Teorema.
Quanto às novidades propriamente ditas, juntá-las-ei ao prometido post sobre o que vem aí na rentrée (espero conseguir fechá-lo ainda hoje).



Comentários

2 Responses to “Jorge Luis Borges na Quetzal”

  1. Ana on Setembro 6th, 2011 13:00

    Já há que tempos que isso tinha sido divulgado na imprensa.

  2. José Mário Silva on Setembro 6th, 2011 13:03

    Não, Ana, o que foi anunciada foi a reedição, pela LeYa, das Obras Completas em edições de preço reduzido.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges