‘Liking Is for Cowards. Go for What Hurts.’

Um artigo de opinião de Jonathan Franzen no The New York Times. Ou de como nem todos os escritores atacam o Facebook de uma forma gratuita e grosseira (sim, sim, estou a referir-me a Miguel Sousa Tavares).



Comentários

3 Responses to “‘Liking Is for Cowards. Go for What Hurts.’”

  1. Francisco Frazão on Maio 30th, 2011 17:03

    Like.

  2. csd on Maio 31st, 2011 10:16

    Miguel Sousa Tavares está a enterrar-se completamente. Primeiro como comentador, ou melhor ejaculador de alarvidades verbais, acabando por contaminar a carreira de escritor.

    Penso que a mãe dele deve-se fartar de dar voltas no túmulo….

  3. Paulo Alves on Junho 2nd, 2011 4:08

    o importante era alguém explicar-lhe que o motivo do divórcio não fui o Facebook mas a página oficial dos Xutos & Pontapés.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges