Man Booker International para Alice Munro

A escritora canadiana Alice Munro venceu a edição deste ano do prémio Man Booker International (que é atribuído de dois em dois anos, pelo conjunto da sua obra, a escritores de qualquer nacionalidade, desde que os seus trabalhos estejam disponíveis em inglês), e não do prémio Man Booker (que distingue anualmente um livro concreto, «o melhor romance publicado [nesse ano] por um cidadão da Commonwealth ou da República da Irlanda»), como anunciou o Público na sua edição de hoje, em papel.



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges