Manobras em curso no meio editorial português

As coisas no mercado do livro estão mesmo a mexer. Depois do furor de Miguel Paes do Amaral, que comprou quase de rajada a ASA, a Caminho, a Texto e a Gailivro, entre outras, as movimentações não cessam. Segundo notícias publicadas na edição de hoje do DN, a Gradiva está prestes a ser comprada pela Explorer Investments, uma empresa de capital de risco que adquiriu esta semana 75% da Oficina do Livro (mais as chancelas associadas: Casa das Letras e Estrela Polar). Como é óbvio, o que interessa à Explorer na editora de Guilherme Valente não é propriamente a colecção Ciência Aberta, mas o catálogo de best-sellers de José Rodrigues dos Santos, um dos autores que mais vendeu em Portugal nos últimos anos. Acontece que o ainda pivot da RTP pode não estar pelos ajustes, preferindo negociar contrato com uma nova editora em vez de “ser objecto de uma transferência para a qual não foi consultado e pela qual não irá auferir qualquer benefício financeiro”. Resta saber se uma eventual saída de Rodrigues dos Santos não arruinará o negócio, como a temida saída de Saramago poderia ter arruínado a venda da Caminho a Paes do Amaral.
Entretanto, prevêem-se mais novidades para breve. Depois de um momento de acalmia, Paes do Amaral, que também andou a namorar a Gradiva e falhou o “ataque” à Pergaminho, estará em vias de comprar, ainda segundo o DN, “as últimas editoras que pretende juntar ao seu já enorme lote de empresas”. O futuro perfil do grupo deve ser anunciado em Janeiro, quando as negociações em curso estiverem concluídas.
Se dúvidas houvesse, dissiparam-se: 2008 vai ser um ano de profundas mudanças (de estratégia, de paradigma comercial e de relações de poder) no mercado livreiro português.



Comentários

2 Responses to “Manobras em curso no meio editorial português”

  1. Livros - Manobras em curso no meio editorial português / RetortaBlog on Dezembro 20th, 2007 17:20

    […] Livros – Manobras em curso no meio editorial português […]

  2. Detalhes » Blog Archive » Para ler no Bibliotecário de Babel on Dezembro 22nd, 2007 15:04
«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges