Memória de uma residência

Em Setembro do ano passado, eu, a Margarida Vale de Gato e o Jaime Rocha participámos numa residência poética inserida no encontro ‘Poesia, Um Dia‘, organizado pela Biblioteca Municipal José Baptista Martins (Vila Velha de Ródão). Na aldeia de Foz do Cobrão, deambulámos, conversámos muito e escrevemos alguns poemas que foram lidos numa sessão aberta ao público.
Desta experiência nasceu o documentário Portugal: Poema em Construção, produzido pela Biblioteca, para o qual contribuí (sem saber na altura o destino que teriam aquelas imagens) na qualidade de interveniente e de operador de câmara. Eis o resultado final:



Comentários

2 Responses to “Memória de uma residência”

  1. Jamiroquai on Março 25th, 2013 0:11

    E eu que até tinha o Jaime Rocha em boa conta.

  2. M on Março 27th, 2013 21:13

    Que viagem bela e comovente. Que necessidade ver e ouvir tudo. Que necessidade ouvir-vos. Que necessidade acontecer. Que ideia magnífica.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges