O buraco branco

Há uns meses, um ataque de spam deixou este blogue em estado comatoso. Vencida a luta contra as forças negras da internet e ultrapassado o embaraço de ver esta página a propagandear as virtudes de um ersatz do Viagra, o BdB está a voltar aos poucos à sua velocidade de cruzeiro. Ainda assim, continuam a verificar-se acidentes misteriosos. Exemplo: sem que se perceba porquê, o cabeçalho desapareceu de um momento para o outro. No seu lugar, ficou um buraco branco onde a minha memória visual projecta a imagem que se eclipsou, algo que não posso exigir aos leitores do blogue. Pela inusitada falta peço as minhas desculpas. Tentarei, como é evidente, repor a normalidade logo que seja possível.



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges