O Coehlo está solo (porque só existe em Espanha)

Nunca me passou pela cabeça ler O Vencedor Está Só, de Paulo Coelho (li a imensa biografia do Fernando Morais e chega). Mas era capaz de dar uma hipótese a El Vencedor Está Solo, de Paulo Coehlo.



Comentários

15 Responses to “O Coehlo está solo (porque só existe em Espanha)”

  1. henedina on Fevereiro 16th, 2010 12:51

    Boa. Em 96 em Bruxelas nas montras das livrarias “só” se via Paulo Coelho foi aí que o conheci. Já li, depois, mas não gosto. Apesar de leitora compulsiva, agora, mais madura, acho que ler um livro dispensavel é não ler um livro “indispensavel”. E tenho tantos que ainda não li.

  2. Rosadosventos on Fevereiro 16th, 2010 16:02

    Nunca li nada de Paulo Coelho…
    Estarei a perder muito com isso?

    Abraço

  3. dora on Fevereiro 16th, 2010 23:21

    pois : )

  4. José Mário Silva on Fevereiro 16th, 2010 23:41

    Rosadosventos,

    A resposta é: não.

  5. a on Fevereiro 17th, 2010 1:44

    iuuuuc

  6. Nuno on Fevereiro 17th, 2010 11:42

    Em vez de Coelho (ou Coehlo) é bom ler o original: Omar Khayyam

  7. Aline Copetti on Fevereiro 17th, 2010 15:08

    Ainda não consegui entender o motivo pelo qual este escritor está como membro da Academia Brasileira de Letras… Venho procurando uma boa explicação a tempos, e nada… Será falta de bons escritores???

    Não li este livro. Já li outros. E não me surpreenderam!

  8. Jorge on Fevereiro 17th, 2010 15:15

    Sou brasileiro, li todos os livros do Paulo e foram poucos que gostei (na verdade, somente dois). Este, “O Vencedor está só”, foi o mais “marketeiro” de todos, acho que Paulo o escreveu somente para reforçar a grana dele, que provavelmente já está acabando.

  9. No vazio da onda on Fevereiro 17th, 2010 15:55

    É o resultado do acordo ortográfico. Dá nisto.

  10. Gerana Damulakis on Fevereiro 17th, 2010 17:42

    Paulo Coelho. Leia O alquimista e esqueça o autor e seus livros.

  11. Paulo Assim on Fevereiro 17th, 2010 23:33

    Paulo Coelho é uma treta. «O alquimista» (que julgo ser o seu livro mais lido e mais vendido) não tem nada de original, visto que a estória, no seu essencial, já era contada pelos nossos avós.
    Agora, Paulo CoeHLo… também era capaz de experimentar ler, talvez seja mesmo melhor que o dito cujo… lol

  12. Mak on Fevereiro 18th, 2010 12:07

    Mais um golpe de marketing, ao publicar-se como Coehlo, Coelho poderá contar (de novo) as mesmas histórias, assumindo-se como um autor diferente.

    Não faltará quem lhe descubra arrojo e inovação…

  13. Eurico Ricardo on Fevereiro 18th, 2010 23:50

    Nunca li nada de Paulo Coehlo e acho que não vai ser em breve…

  14. Ines e Mafalda on Fevereiro 19th, 2010 2:07

    Experimentem o “Onze Minutos” ou o “Verónica Decide Morrer” …

  15. João Paulo Lopes on Fevereiro 20th, 2010 16:00

    Conheço um Paulo Coelho que escreve muito bem… os relatórios técnicos da sua profissão. Além desse, estão a falar de quem?… Há algum escritor com esse nome? É português, espanhol, brasileiro? Não percebi patavina! Nem sei porque estou aqui a responder? Se calhar é demasiada importância ao nome do título, mesmo com as letras trocadas! Não é este blogue sobre literatura? Então para quê perder tempo com outras coisas?

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges