O estranho caso do historiador que caiu em desgraça no site da Amazon

Ele é Orlando Figes, um dos nomes mais destacados da nova historiografia inglesa e aparentemente um académico acima de qualquer suspeita, mas que na verdade escreveu resenhas críticas no site da Amazon, escondido atrás de pseudónimos, a elogiar os seus próprios livros e a denegrir as obras dos seus rivais. Só lido, contado ninguém acredita.



Comentários

5 Responses to “O estranho caso do historiador que caiu em desgraça no site da Amazon”

  1. hmbf on Abril 28th, 2010 0:44

    Ninguém acredita? Por favor! Eu acredito logo, e nem precisam de contar :-) E a do académico acima de qualquer suspeita é de riso, caro José Mário :-)

  2. csd on Abril 28th, 2010 8:47

    delicioso.

    picante.

    sórdido.

    csd

  3. José Mário Silva on Abril 28th, 2010 14:06

    Henrique,

    Estás a esquecer o advérbio antes de “acima de qualquer suspeita”. Aparentemente, era. Quer dizer, agora evidentemente não é.

  4. jjleiria on Abril 28th, 2010 18:51

    Oh, uma criancice, e tão divertida… Há quem esteja disposto a defender o homem, no Guardian de hoje, e não deixa de ser uma pena que não esteja editado em Portugal.

    Ou, como dizia o Maradona em 2007: «Durante um ano só li livros escritos ou recomendados por Orlando Figes.» Não deve ter lido o Robert Service, nem a Polonsky.

  5. hmbf on Abril 29th, 2010 9:35

    claro, eu estou mesmo na reinação. a história é uma delícia. :-)

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges