O mediático desaparecimento de Michel Houellebecq

Pelos vistos, ninguém sabe onde pára Houellebecq, que faltou a vários compromissos de promoção do seu último livro, o que só aumentou, claro está, a promoção do seu último livro. Para tornar a manobra ainda mais perfeita (se é que se trata de uma manobra), Houellebecq caprichou na ironia. Para começar, o dito romance tem como título O Mapa e o Território. Depois, ele próprio surge na história, como personagem que desaparece misteriosamente. Enfim, esperemos apenas que o desenlace não seja o mesmo.



Comentários

2 Responses to “O mediático desaparecimento de Michel Houellebecq”

  1. André on Setembro 17th, 2011 0:07

    Tendo em conta o conteúdo (brilhante) do livro, não me espantaria que fosse uma manobra publicitária.

  2. Hugo Rodrigues on Setembro 19th, 2011 11:04

    É tudo tanga. Os editores holandeses, uma vez que ele não apareceu, ao menos aproveitaram para fazer publicidade de outra maneira com esta história do “desaparecimento”.

    Isto saiu logo na 4ª feira da semana passada:

    http://www.tio.ch/People/Rotocalco/News/649380/Michel-Houellebecq-scomparso-No-e-a-casa

    E na 6ª feira já estava em todo o lado:

    http://www.lefigaro.fr/livres/2011/09/16/03005-20110916ARTFIG00485-michel-houellebecq-va-bien-merci.php

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges