O que aí vem (Dom Quixote)

Em Abril: Quarto Livro de Crónicas, de António Lobo Antunes; Liberdade, de Jonathan Franzen; Os Buddenbrook, de Thomas Mann; Lisboa. Um Melodrama, de Leopoldo Brizuela; O Violino de Auschwitz, de María Angels Anglada; Rabos de Lagartixa, de Juan Marsé; Teia de Cinzas, de Camilla Läckberg; Menos por Menos – Poemas Escolhidos, de Pedro Mexia.



Comentários

One Response to “O que aí vem (Dom Quixote)”

  1. João on Março 26th, 2011 21:50

    Finalmente alguém pega nos Buddenbrook! A Edição da Livros do Brasil está esgotadíssima.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges