O que aí vem (Orfeu Negro)

Presos, de Oliver Jeffers (trad. de Rui Lopes, Orfeu Mini); Intervalos do Cinema, de Jacques Rancière (trad. de Luís Lima).



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges