O regresso da dupla Fernandes/Henriques

Depois de muitos álbuns a acumular o trabalho da escrita com o da ilustração, José Carlos Fernandes, de longe o melhor criador português de BD, resolveu delegar a concepção visual de Tratado de Umbrografia (2006) nas mãos de Luís Henriques, que tem em relação a ele a vantagem de um traço muito mais burilado e dúctil, como se pôde comprovar pelas seis atmosferas diferentes (ou talvez fosse mais exacto dizer as seis linguagens) criadas para as seis histórias daquele belíssimo livro.
A boa notícia é que Fernandes, após mais uma experiência a solo, resolveu juntar-se de novo a Henriques para um volume que promete ser tão bom, ou ainda melhor, do que o Tratado de Umbrografia. O título é Terra Incógnita e sairá em Outubro, editado pela Tinta da China.



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges