‘O último a chegar é um ovo podre’

gol

A Grande Oferta de Livros do BdB chegou ao jornal i.



Comentários

4 Responses to “‘O último a chegar é um ovo podre’”

  1. o cão constante on Agosto 21st, 2010 8:15

    Sendo assim tentarei ser dos primeiros a roçar os dedos pelas centenas de livros que se dispõem no miradouro e agradecer-te pela feliz iniciativa! Só para evitar a sentença de ovo podre que paira no ar!

    Um abraço,

    Luís Miguel Martins

  2. Luís on Agosto 21st, 2010 12:51

    É o que dá chegar de férias (sem net) e ficar logo deprimido. Fica para a próxima.

  3. Paradoxos on Agosto 21st, 2010 14:43

    cheguei lá por volta das 10.30h de mochila e tudo!!

    :-)

    José, um grande obrigado! é que além de ter trazido livros, pude conhecer algumas pessoas que, tal como eu, amam fazer amor com as palavras!

    forte abraço!

    Heduardo

  4. Sofia on Agosto 21st, 2010 14:55

    Infelizmente fui ovo podre… mas fiquei a conhecer mais um belo miradouro de Lisboa. Apesar dos péssimos acessos, maus transportes, ausência de passeios e de sombras, gente feia, comércio degradado, aquela zona ainda esconde umas pérolas. Quanto aos livros….Promessas!

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges