Os 20 anos da Cotovia

A editora Cotovia começou a publicar no Outono de 1988 e vai assinalar a data redonda com um ciclo de conferências no Centro Cultural de Belém (cuja programação e datas anunciaremos em breve). As celebrações também se reflectem numa maior concentração de lançamentos no último trimestre do ano. De entre os livros que devem sair já em Setembro, destacam-se o volume com três novelas de Teresa Veiga (Uma aventura secreta do Marquês de Bradomín), a antologia de contos publicados e dispersos de Jacinto Lucas Pires (Assobiar em Público), mais um volume da colecção Sabiá (Um Crime Delicado, de Sérgio Sant’Anna) e o novo livro de poesia de Luís Quintais (Mais espesso que a água).



Comentários

One Response to “Os 20 anos da Cotovia”

  1. fallorca on Agosto 30th, 2008 19:42

    20 anos de se lhe tirar o chapéu, e nem sequer o uso

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges