Os arquivos de Cormac

Os arquivos de Cormac McCarthy estão expostos na Universidade do Texas, desde ontem. O acesso dos investigadores interessados, porém, carece de marcação prévia.
Será que o tradutor português de McCarthy, o meticuloso Paulo Faria, vai preencher este formulário? Não me admirava nada.



Comentários

2 Responses to “Os arquivos de Cormac”

  1. Chico on Maio 20th, 2009 20:06

    Caro Jose Mario, soube deste espaco otimo pelo Kovacs do Mundo K ha tempos atras. Bem sei por que nunca tinha te adicionado aos meus favoritos. Faltava-me de tempo. Hoje estas la, e espero que nao te aborrecas de ter teu blog vinculado a um espaco de tamanha inutilidade como o meu.

    Um grande abraco, Chico

  2. anderson on Maio 20th, 2009 23:52

    muito bom

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges