Parabéns, Schlee

Na recente viagem ao Brasil, conheci um homem extraordinário, para além de notável escritor e caloroso companheiro de lides literárias: Aldyr Garcia Schlee. Durante quatro dias, contou-me dezenas de histórias fascinantes sobre o Rio Grande do Sul, o Uruguai, a fronteira, os seus antepassados alemães, o Brasil do séc. XIX e o futebol do séc. XX.
Agora, fiquei a saber que ganhou o Prémio Facto Literário 2010, atribuído durante a Feira do Livro de Porto Alegre, ultrapassando uma outra candidata de peso: Lya Luft.
Vai daqui um abraço transatlântico de felicitações, caro Schlee.



Comentários

One Response to “Parabéns, Schlee”

  1. Alfredo Aquino on Novembro 17th, 2010 23:38

    Saudações, José Mário

    Importante o Prêmio, importante o reconhecimento, mais importante ainda esta relação de afetos que se constrói de forma tão sólida e frutífera entre os escritores de língua portuguesa. Foi magnífico tê-lo em nossa companhia aqui no Brasil neste ano na Feira do Livro de Porto Alegre e espero que possamos realizar aquele certame de escritores na fronteira sul, na linha divisória do Pampa no ano de 2011, novamente com a sua presença mobilizadora entre nós e com a presença, naturalmente, de seu amigo Aldyr Garcia Schlee.

    Um grande abraço e até breve

    Alfredo Aquino
    ARdoTEmpo

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges