Poesia em Vinyl convida o Bibliotecário de Babel

Quinta-feira à noite, a partir das 21h30, a poesia regressa ao restaurante Vinyl, em Alcântara (edifício da Orquestra Metropolitana). E sim, leram bem: o convidado que conversará com Raquel Marinho e Luís Filipe Cristóvão é nem mais nem menos do que este vosso humilde escriba. Os poemas dos meus dois livros (e talvez um inédito) serão lidos pelo João Paulo Baltazar, um dos melhores jornalistas de rádio portugueses, a quem desde já agradeço o empréstimo da sua belíssima voz. Haverá ainda música, com o piano solo de Filipe Raposo. E uma sobremesa de origem francesa, assim uma espécie de pudim com frutas.
Apareçam, se puderem. A entrada é livre.



Comentários

3 Responses to “Poesia em Vinyl convida o Bibliotecário de Babel”

  1. isabel ribeiro on Setembro 21st, 2010 23:53

    Difícil. Muito difícil. Como invejo estes momentos e não é pelo clafouti. Esse faço-o, na época da cereja. Ó José Mário, sabe de alguma ponte confortável para instalar a minha quechua e comer os enlatados confortavelmente? sardinhas, atum e afins, tudo da Tricana!!! :)

  2. Lembrete | Bibliotecário de Babel on Setembro 23rd, 2010 10:56

    […] Logo à noite, a partir das 21h30, conversa, poemas, sobremesa e música no Vinyl. […]

  3. Inês Espada on Setembro 24th, 2010 12:39

    que pecado, com o nervoso miudinho de ir pedir um autógrafo, esqueci-me de provar a sobremesa :\
    gostei muito da noite, foi pena o ruido de fundo… mas valeu a pena ter saído a voar da livraria para vos ouvir :) vim deixar o tal lembrete:

    próxima edição de livros no miradouro: marcar para um domingo! 😀

    beijinhos,

    Inês

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges