Prémio Casa da América Latina para tradução de 2666

O prémio de tradução literária Casa da América Latina/BANIF 2011 foi atribuído à dupla Cristina Rodríguez/Artur Guerra, pela versão portuguesa do romance 2666, de Roberto Bolaño (editado pela Quetzal). O júri, formado por Vasco Graça Moura, Annabela Rita e Francisco Bélard, deliberou por maioria. A entrega do prémio será feita amanhã, ao meio-dia, na Casa da América Latina em Lisboa (Av. 24 de Julho, 118 B).



Comentários

One Response to “Prémio Casa da América Latina para tradução de 2666

  1. csd on Setembro 12th, 2011 12:53

    Bravo!

    foi, de certeza, uma tarefa herculea.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges