Prémio Leya 2012 para Nuno Camarneiro

O sucessor de João Ricardo Pedro é Nuno Camarneiro, a quem o júri presidido por Manuel Alegre decidiu atribuir o prémio de cem mil euros. O romance distinguido, Debaixo de Algum Céu, «exploração da ideia de purgatório», será publicado em Março. A primeira ficção do vencedor, No Meu Peito Não cabem Pássaros, foi publicado em 2011 e sobre ele escrevi uma recensão cujo título, curiosamente, é quase igual ao deste segundo livro.



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges