Prémio PT de Literatura para Cristovão Tezza

Depois de ter ganho o prémio Jabuti para melhor romance de 2008, o escritor brasileiro Cristovão Tezza confirmou o favoritismo que lhe atribuíam e arrebatou, ontem à noite o Prémio Portugal Telecom de Literatura. No segundo lugar, ex aequo, ficaram Beatriz Bracher (Antônio) e o português António Lobo Antunes (Eu Hei-de Amar uma Pedra). Em terceiro, Bernardo Carvalho por O sol se põe em São Paulo. O romance vencedor, O Filho Eterno, vai ser editado em Portugal, já no próximo mês, pela Gradiva.
Na cerimónia de atribuição, em São Paulo, estiveram presentes os ministros da Cultura do Brasil (Juca Ferreira) e de Portugal (José António Pinto Ribeiro). Mais detalhes aqui.



Comentários

3 Responses to “Prémio PT de Literatura para Cristovão Tezza”

  1. aaaaaaaaaaaaaaaaaa on Outubro 30th, 2008 10:23

    Que pantomineiros são os escritores!!
    O Mia Couto muda de óculos e pinta a barba e consegue fazer passar-se por brasileiro só para ganhar um prémio literário.
    Bah!

  2. Leonor on Outubro 30th, 2008 21:57

    Não consegui gostar de O sol se põe em São Paulo

  3. Bibliotecário de Babel – Capa portuguesa de ‘O Filho Eterno’ on Novembro 7th, 2008 13:45

    […] romance brasileiro dos últimos tempos (ganhou, entre outros, o Jabuti para Melhor Romance e o Prémio PT de Literatura). A Gradiva vai editar o livro em Portugal e os primeiros exemplares estarão nas livrarias já no […]

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges